O processo de criação de sites - Programação

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Sejam todos bem vindos(as) a mais um artigo da série "O processo de criação de sites". Nesta série vamos abordar as etapas necessárias para o desenvolvimento de um site com a finalidade de ajudar, principalmente os novos desenvolvedores, a obterem êxito em seus primeiros trabalhos.

Chegou o momento de fazer tudo que foi planejado e desenhado até agora ganhar funcionalidades, ou seja, fazer aquilo que é preciso dentro do contexto geral. A programação de um site passa por várias pequenas etapas, entre as quais podemos destacar a criação da lógica e em seguida a aplicação desta lógica em alguma linguagem de programação ou então em um CMS por exemplo.

Quem trabalha com desenvolvimento sabe que existem muitas outras "pequenas etapas" que fazem parte do planejamento e criação de um sistema/site, mas isso não cabe em um artigo, portanto decidi abordar somente o principal de forma a deixar o texto claro para todos indiferente do nível de conhecimento.

A ordem de desenvolvimento

Esta parte é muito pessoal e vai da maneira de cada profissional fazer seu trabalho, porém quero compartilhar com todos a forma como eu procuro criar meus projetos, assim você pode fazer testes e ver qual a maneira mais produtiva de trabalhar.

  1. Se o site terá painel administrativo, é por ele que eu começo o trabalho.
  2. Após o painel eu desenvolvo o topo do site, geralmente composto por logomarca e menus de  navegação.
  3. Agora eu pulo para a criação do rodapé, isso mesmo, o final do site.
  4. Se o site vai ter uma sidebar agora ela será criada.
  5. Em seguida eu parto para a criação do conteúdo da página inicial.
  6. Para finalizar é feita a criação das demais páginas necessárias e a ligação entre cada uma delas.

Para cada uma das etapas citadas, eu desenvolvo TUDO que é necessário para o bom funcionamento de cada sessão que está sendo trabalhada naquele momento, isso fará com que as peças se completem ao serem encaixadas no contexto geral.

O uso de CMS

Se sua escolha foi utilizar um CMS como o WordPress por exemplo, você deverá seguir a ordem de criação do próprio CMS que é descrita na documentação oficial de cada plataforma. Vale ressaltar que é possível utilizar métodos pessoais nestes casos também, desde que o resultado final seja dentro do padrão exigido.

Eu costumo criar os arquivos nesta ordem:

  1. style.css
  2. functions.php
  3. header.php e footer.php
  4. index.php
  5. se necessário o sidebar.php

Até aqui já é possível ter um tema funcional apenas com os arquivos acima citados, porém é bom criar alguns arquivos extras com a finalidade de deixar o tema mais flexível e trabalhar melhor os conteúdos exibidos. Para isso precisamos:

  1. loop.php e seu derivados conforme necessidade
  2. category.php
  3. 404.php
  4. search.php e searchform.php
  5. single.php e page.php
  6. comments.php

Para outros CMSs logicamente é necessário adaptar o procedimento conforme cada plataforma utilizada, sempre tendo como base a documentação oficial da mesma.

Resumo da ópera

Indiferente de você ter optado por utilizar um Framework, um CMS ou desenvolver tudo na base da programação pura, após esta etapa o produto final (site) deverá estar com todas as funcionalidades definidas anteriormente operando em sua totalidade.

Daqui pra frente somente pequenos ajustes podem ser necessários, mas nada de incluir ou retirar funções, afinal de contas tudo foi planejado e APROVADO pelo cliente com antecedência.

Mais posts desta série

Este post faz parte de uma série, confira tudo que já foi publicado sobre o mesmo assunto.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 2 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Nelito Zangui comentou em

    Bela dica, Ricardo.
    Acho que a tua ordem de desenvolvimento é óptima. Sei, por experiência própria, o quão difícil terminar um projecto quando o planeiamento for deficiente. Antes começava por criar a página inicial e ia criando as outras em função desta. Mas chegava a uma altura em que o entusiásmo ia abaixo. Conclusão: as partes deixadas para o fim eram as penalizadas.
    Actualmente monto os layouts graficamente, com tudo que for parte dele e, posteriormente passo à transferência para o HTML e CSS. Mas como você mesmo frisou, cada desenvolvedor tem o seu método de trabalho.
    Muito bom o teu artigo.
    Um abraço

    Responder

Deixe seu comentário