O processo de criação de sites - Funcionalidades e tecnologias

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Sejam todos bem vindos(as) a mais um artigo da série "O processo de criação de sites". Nesta série vamos abordar as etapas necessárias para o desenvolvimento de um site com a finalidade de ajudar, principalmente os novos desenvolvedores, a obterem êxito em seus primeiros trabalhos.

É chegada a hora de difinir tudo que nosso site terá no quesito funcionalidades, e esse passo é muito importante principalmente no que diz respeito a evitar re-trabalho num futuro bem próximo. Além disso temos que decidir agora quais tecnologias serão utilizadas para o desenvolvimento, pois cada funcionalidade depende de no mínimo uma tecnologia.

Funcionalidades do site (recursos)

Essa lista pode ser bem modesta ou super complexa, tudo depende do projeto que está sendo desenvolvido. É importante listar TUDO que o site irá oferecer, tanto para os administradores quanto para os visitantes.

  • Slide na página inicial
  • Formulário de contato
  • Newsletter
  • RSS/Feeds
  • Integração com redes sociais
  • Acesso restrito com login
  • Cadastro de usuários
  • Painel Administrativo
  • Sistema de comentários
  • Blá, blá blá...

Aqui eu citei apenas alguns exemplos, mas não esqueça que essa lista pode ser bem extensa. Faça a listagem com muita calma e concentração, revise tudo no mínimo duas vezes para certificar-se de que nada ficou para trás, e NUNCA faça a lista em um único dia, pois o simples fato de dormir uma noite pode fazer você lembrar algo importante.

Tecnologias que serão utilizadas

Agora que você listou todas as funcionalidades que o site irá oferecer, é hora de definir com qual tecnologia tudo isso será criado. Este momento é crucial, pois a escolha de alguma tecnologia de forma equivocada pode colocar todo projeto a perder.

A primeira escolha é entre desenvolver o site a partir do ZERO programando tudo em PHP por exemplo, usar um framework para auxiliar e acelerar o desenvolvimento ou ainda usar um CMS como o WordPress e criar temas e plugins personalizados para a necessidade do site.

Além desta escolha, você precisa também definir com todos os demais recursos serão implementados. Por exemplo o slide da home page, será criado manualmente com jQuery ou você vai usar algum plugin pronto para isso. O RSS será desenvolvido ou será usado um serviço de terceiros como o FeedBurner para isso.

Lembrando que apenas dei alguns exemplos para que você entenda onde eu quero chegar, e que perguntas parecidas terão que ser feitas para cada recurso que estará presente no site com a finalidade de descobrir como ele será implementado.

A minha sugestão é que você se dedique a estudar um framework de aplicação como o Codeigniter para criar projetos que seriam feitos com puro PHP e que tente aprender o máximo sobre WordPress. Hoje eu posso afirmar que QUALQUER site pode ser feito com WordPress, basta ter conhecimento para criar bons temas e também plugins para cada necessidade.

Além disso, use um framework para interface e pare de achar que criar tudo do zero é legal. Legal é fazer projetos em tempo record usando frameworks ou CMSs de forma correta.

Mais posts desta série

Este post faz parte de uma série, confira tudo que já foi publicado sobre o mesmo assunto.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 6 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Gustavo Ribeiro comentou em

    Olá Ricardo, só venho parabenizar pelo excelente conteúdo do blog, coisas realmente práticas, estou me beneficiando bastante dos post's.
    Gostaria de aproveitar pra pedir que você desse uma dica pra quem tá iniciando e pretende começar a estudar sobre o assunto. Tipo, é possível estudar por casa? Qual a melhor maneira de se programar para estudar assim de modo regular?

    Desde já, muito obrigado =)

    Responder
  • Marcos comentou em

    Ola Ricardo, entrei em um ( curso de programação Web ) aqui na minha cidade, o curso vai durar 1 ano e meio, tive a primeira aula e gostei, mais durante a aula foram levantadas algumas questões, que hoje é possível pagar 30 a 50 reais por um template profissional na web, então fiquei com dúvidas, será que vale a pena investir tempo e dinheiro em um curso assim p/ futuramente não ter retorno ? sinceramente como esta esse mercado de criação de sites ? aguardo respostas, abraços.
    Obs. é isso que eu gosto de faze, só quero mais opiniões a respeito.

    Responder
    • Sempre haverá mercado para quem é bom no que faz. Um tema comprado nunca atende 100% as necessidades de um cliente, sempre será preciso uma personalização, melhoria, etc.

      Responder
  • André Ventura comentou em

    Saudações.

    Como sempre, ótimo artigo Ricardo.

    Aqui você fala sobre o CMS WordPress (notoriamente consagrado), mas qual sua opinião sobre o Joomla ? São equiparados ?

    Att.,
    André Ventura

    Responder

Deixe seu comentário