O processo de criação de sites - Formação profissional

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Sejam todos bem vindos(as) a mais um artigo da série "O processo de criação de sites". Nesta série vamos abordar as etapas necessárias para o desenvolvimento de um site com a finalidade de ajudar, principalmente os novos desenvolvedores, a obterem êxito em seus primeiros trabalhos.

Sei que muitos já estão esperando os artigos onde falaremos sobre briefing, tecnologias e assuntos mais aprofundados, mas tudo deve ter um início, e com desenvolvimento web não é diferente. Antes de querer sair por aí gritando "sou desenvolvedor web" você precisa ter acima de tudo humildade e dedicar tempo para aprender tudo que for possível sobre o assunto.

Eu falei HUMILDADE, pois tem um monte de "desenvolvedor" que enche a boca para falar que sabe isso, que sabe aquilo, e quando chega a hora de mostrar o que sabe sequer tem argumentação sobre o assunto. Então acima de tudo, seja humilde, vá melhorando seu currículo aos poucos, e deixe os outros descobrirem suas capacidades ao invés de ficar contando vantagem sobre o assunto.

O que eu preciso estudar para criar sites?

Bom chega de rodeios, vamos ao que todos estão querendo saber: o que estudar para ser desenvolvedor de sites.

Antes de mais nada vai uma notícia desanimadora: um profissional web não se forma em 3 ou 6 meses, portanto se alguém lhe aplicou esta conversa saiba que essa informação está incorreta. Posso afirmar isso pois estudo web desde 2005, e atualmente ainda me sinto inseguro em alguns assuntos e tecnologias novas.

Na minha opinião, um profissional web deve ter um tempo de formação de no mínimo 24 meses (2 anos). Neste tempo dá sim para aprender muita coisa e criar trabalhos profissionais e de alto nível. Mas não se preocupe, pois você não precisa esperar 2 anos para poder começar a trabalhar com isso, pois assim que você souber HTML e CSS já pode criar sites estáticos e começar a ter um rendimento com isso.

Vamos então listar o que é necessário estudar por ordem de importância:

  1. HTML e CSS
  2. Design de layouts
  3. Lógica de programação
  4. Javascript e jQuery
  5. PHP (procedural, orientado a objetos e integrado com banco de dados) e SQL
  6. Controle de versão (GIT ou outro sistema)
  7. CMSs (WordPress, Joomla)
  8. Frameworks de interface (Foundation, Bootstrap)
  9. Frameworks de aplicação (Codeigniter, Cake, Zend, Laravel)

Agora é possível entender porque eu falei sobre uma formação de 24 meses. São muitos assuntos considerados básicos que um desenvolvedor precisa aprender, e isso requer tempo e dedicação.

Mas o bom é que após ter feito o primeiro item você já consegue criar sites simples com layouts baseados em cores e já consegue começar a trabalhar com clientes menos exigentes. Após estudar o 2º item, você está apto a criar layouts complexos e estilosos, podendo vender sites com conteúdo estático e começar a ver o retorno do seu investimento.

Após estudar os itens 3 e 4 seus sites começam a ganhar vida, animações e dinamismo. Mas é a partir do item 5 que "a coisa fica boa", pois você pode criar sites dinâmicos com conteúdo gerenciado pelo próprio cliente.

A partir do 7º item você descobre outro mundo, onde todo trabalho árduo é deixado para trás e você passa a contar com ferramentas capazes de reduzir drasticamente o tempo de conclusão de seus trabalhos. Esta é a hora de ganhar dinheiro e escolher um CMS, um framework de interface e um de aplicações para aprofundar os estudos e usar em seus projetos.

Importante!

Se você optar por trabalhar com um CMS, como o WordPress por exemplo, você não precisa aprender sobre frameworks de aplicação pois eles são mais indicados para criação de sites e sistemas personalizados. Também pode ser dispensado o aprendizado de PHP integrado com banco de dados nesses casos, mas é importante saber o procedural e o orientado a objetos pois todos os CMSs usam esses conceitos e técnicas nativamente.

Já se você quer desenvolver sistema personalizados ou o seu próprio sistema de gestão de conteúdo, você não precisa obrigatoriamente estudar outros CMS para usar em seus projetos.

Mais posts desta série

Este post faz parte de uma série, confira tudo que já foi publicado sobre o mesmo assunto.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 24 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Mário Fernando comentou em

    Ricardo, boa tarde.

    Por gentileza qual a diferença de um Framework de Interface e um Framework de Aplicação? Desculpe a minha ignorância.
    Parabéns pelo blog.
    Sucesso!
    Mário Fernando

    Responder
  • Hugo Nogueira comentou em

    Ricardo onde posso aprender sobre Lógica de programação, aparentemente não é fornecido este curso aqui???

    Responder
  • Solange comentou em

    Adorei seu blog. Quero me tornar uma profissional na área. Criei um site para minha irmã e amei fazer. Vou estudar muito mais para melhorá-lo e poder adentrar no mercado de trabalho. Obrigada pelas dicas.

    Responder
  • Valdinei Claudino comentou em

    Cara o assunto é bem complicado de se tratar e vender produto final ao cliente, mas não adianta você querer começar em algo que está fazendo dinheiro como outras pessoas isso é apenas um exemplo, o caminho como dito é arduo e você tem que se dedicar cada minuto para se qualificar o "O processo de criação de sites" está de parabéns mesmo muito bom estava sem acompanhar um tempo, pois trabalhos etc... um exemplo vou citar acho que todos aqui já viram que busca conhecimento é uma empresa fornecer um curso de ex: R$300 dizendo que você pode fazer o site do cliente e ganhar 1.500 a 2.000? fica a dúvida? não? tudo é questão de conhecimento você não pode vender o que você não compraria! show acompanhando os posts

    Responder
  • carlostecnico comentou em

    Voce tem estes cursos passo a passo
    estudei muito mas não entendi o processo de criação de sites,

    Responder
  • concede comentou em

    Parabéns Ricardo, sou novato, como obtenho os cursos? Posso compra-lo? Você tem Packs para baixar, não tenho uma base de como começar?

    Responder
  • abinoanmb comentou em

    Ricardo, primeiramente quero agradecer por suas videoaulas. Prá mim foi a melhor na relação custo beneficio até agora.

    Gostaria de sugerir que você mostrasse videoaulas de sistemas e-commerce. Seria um bom conteúdo pra iniciantes como em desenvolvimento. Desde já agradeço.

    Responder
  • Rodrigo comentou em

    Ricardo suponhamos um exemplo fictício:

    Um cara domina css e xhtml mas design de layouts esse cara é muito ruim, não tem dom para tal atividade, então ele compra templates em wordpress ou joomla prontos na internet customiza os mesmos e revende a seus clientes.Esse cara pode ser considerado um desenvolvedor web?

    Responder
  • Ogéris Mayer comentou em

    ótimo artigo, é mais ou menos nessa sequência que estou indo.Somente pensava que PHP seria mais para back-end, mas acredito que bom aprender também em virtude ao wordpress.
    Isso ai Ricardo?

    Responder

Deixe seu comentário