O processo de criação de sites - Como entrar no mercado

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Sejam todos bem vindos(as) a mais um artigo da série "O processo de criação de sites". Nesta série vamos abordar as etapas necessárias para o desenvolvimento de um site com a finalidade de ajudar, principalmente os novos desenvolvedores, a obterem êxito em seus primeiros trabalhos.

No artigo de hoje vamos abordar um assunto que com certeza deixa qualquer desenvolvedor recém formado de cabelo em pé: como conseguir os primeiros clientes. Essa é uma tarefa complicada e bem complexa, mas se feita com um pouco de raciocínio e estratégia se torna até divertida e muito proveitosa.

Ao terminar a formação, qualquer profissional almeja entrar no mercado de trabalho, mas para quem pretende seguir a carreira de desenvolvedor freelancer a história muda um pouco, pois não é entregando currículos em empresas que você conseguirá seus primeiros clientes. Um ponto fundamental deve ser levado em conta: para conseguir clientes você precisa ter um portfólio para mostrar aos chamados "prospects".

Como montar um portfólio sem clientes?

Para, para início de conversa você vai precisar investir tempo e perder dinheiro, para depois começar a ganhar dinheiro. Isso mesmo, você não entendeu mal não, primeiro você precisa perder dinheiro para depois ganhar. Vou explicar melhor...

Para entrar no mercado e poder montar seu portfólio, você vai precisar trabalhar até de graça no início, para ganhar a confiança de alguns clientes e então ter seus primeiros trabalhos para mostrar em suas futuras visitas. Contate algumas ONGs, centros comunitários, igrejas, sociedades e outras instituições de sua cidade, pode ser empresas de pessoas conhecidas ou da sua família também.

Se proponha a criar um site para essa instituição ou empresa sem custos (cobre apenas a hospedagem e o registro do domínio), e faça um trabalho bem feito, detalhista e profissional. Assim você terá sites para montar seu portfólio, esses sites são trabalhos reais e você adquire conhecimento e experiência com eles. Não faça mais do que três trabalhos gratuitos, isso é mais que suficiente para adquirir experiência e montar seu portfólio.

Criando dois sites para instituições ou empresas, mais o seu próprio site e mais dois sites fictícios (você pode criar empresas imaginárias) você já tem um portfólio com cinco trabalhos para mostrar, esse é um bom começo e abre muitas portas para futuras contratações.

Prospectando novos clientes de forma inteligente

Agora que você já tem seu portfólio criado, você precisa de mais duas coisas: um cartão de visita e força de vontade para sair em busca de novos desafios. Faça um mapa para sua divulgação começando, por exemplo, na rua A, seguindo pela B e assim por diante.

Vá em todas as empresas e demais instituições, entregue seu cartão de visita, fale rapidamente o que você faz (que tipo de serviço você presta) e tente conseguir algumas informações básicas sobre a empresa:

  1. Quem é o responsável pela empresa (nome, email e telefone).
  2. Se a empresa tem site.
  3. Qual o endereço do site e se a empresa está satisfeita com o mesmo.
  4. Se o site atual tem alguma deficiência (falta alguma funcionalidade que a empresa precisa).

Mas não adianta chegar na empresa e disparar um interrogatório, pois a única coisa que você vai conseguir é levar um pontapé na ***** e fechar totalmente as portas daquela empresa para futuros contatos, seja inteligente em sua abordagem. Veja um exemplo de diálogo interessante para ser usado:

1 - Desenvolvedor (entra na empresa e se dirige à recepção): Olá, meu nome é Ricardo Bernardi e estou fazendo uma pesquisa sobre sites e sistemas web, você pode me responder 3 perguntas sobre o assunto?
2 - Empresa: Sim. (se a resposta for negativa, não insista, apenas agradeça e deixe para tentar novamente outro dia)
3 - Desenvolvedor: A empresa tem site?
4 - Empresa: Sim. (se a resposta for negativa, pule para a etapa 7)
5 - Desenvolvedor: O site atende as necessidades da empresa ou falta alguma funcionalidade importante atualmente?
6 - Empresa: vai responder dando sinais visíveis de satisfação ou insatisfação sobre o site da empresa, anote tudo!
7 - Desenvolvedor: Para finalizar, quem é o responsável pela empresa ou pela área de web/marketing?
8 - Empresa: É o Fulano de Tal.
9 - Desenvolvedor: Peça um cartão de visita da empresa ou anote o telefone e email para contato.

Com os dados de sua pesquisa, monte uma proposta comercial, iniciando pelas empresas que ainda não tem site, pois são as mais prováveis a fechar negócio. Com sua proposta comercial em mãos, contate o responsável pela empresa e marque um horário para ir pessoalmente entregar a proposta e conversar alguns minutos.

O segundo alvo são as empresas que estão insatisfeitas com o site atual, estas muito provavelmente estão em busca de soluções para os problemas que o atual site está apresentando, monte sua proposta e marque visitas para entregar ao responsável.

Daqui pra frente é puramente VENDAS e NEGOCIAÇÕES. Se você está inseguro quanto ao assunto VENDAS, procure um curso sobre o assunto, com certeza será de grande ajuda.

Mais posts desta série

Este post faz parte de uma série, confira tudo que já foi publicado sobre o mesmo assunto.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 16 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Décio comentou em

    Sempre gostei de programação, mas nunca tive a oportunidade de iniciar, semana que vem começo um curso técnico achei seus posts muito bom e vou iniciar por eles... parabéns por seu trabalho....

    Responder
  • Isaac Trindade comentou em

    Ola Ricardo

    Muito exclarecedor seus posts. Eu tenho uma dúvida com respeito a questão de empresa.

    A dúvida é:

    Trabalhar como autonomo ou montar uma empresa?

    No caso de empresa, que tipo de empresa, tipo, pra ter a menor despesa possivel sabe. :-)

    Desde já agradeço.

    Responder
  • Valdinei Claudino comentou em

    Uma dica é conhecer seus concorrentes também não vi no post mas acho que tem em posts anteriores, isso pode ajudar a ganhar o novo cliente de uma outra pessoa ou empresa tenha feito o site dele ou pode lhe prejudicar diantes dos demais

    Responder
  • Henrique comentou em

    Olá Ricardo, obrigado por mais um post muito bom!
    No finzinho do post, você comentou sobre "montar a proposta comercial", certo? Você irá abordar esse tema em futuros posts dessa série? Abraços!

    Responder
  • Kaio Henrique Fernandes comentou em

    Olá Ricardo eu visito sempre seu site procurando por video aulas, e tipo eu não gosto muito de editar foto e sim programar, porem depois de algum tempo que eu vejo as video aulas eu esqueço de algumas coisas ai tenho que ver as aulas para ver o que eu não relembrava, isso é normal porque eu não trabalho com isso ainda.

    Responder
  • Samuel mendes comentou em

    ainda não fiz um curso de webdesign por falta de tempo, mas com as video aulas que venho assistindo desde o mes de fevereiro do ano passado aprende a criar sites profisionais.

    eu quero entrar nesse mercado de trabalho pois para mim é uma satisfação, mas eu gostaria de saber sobre preços de vendas de sites como eu me basearia no preço do site a ser vendido e qual o menor preço sugerido por um site simples ou um que contenha um bamco de dados.

    se não for um encomodo eu gostaria que vocês me respondessen.
    abraços.

    Responder
  • cyberjack comentou em

    Boa tarde Ricardo, Sou novato aqui no seu site, porem gostei mto das suas dicas principalmente deste artigo, quero agradecer por compartilhar seu conhecimentos com os leitores do site. Muito obrigado

    Responder
  • Junior Eberhardt comentou em

    olá Ricardo, achei bem interessante estas dicas, para quem esta começando é quase um mandamento, pois no início tudo é mais difícil ... obrigado.

    Responder

Deixe seu comentário