Porque muitos desenvolvedores fracassam

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Apesar de ter optado por trabalhar com treinamentos ao invés de prestar serviços como desenvolvedor, durante muitos anos o desenvolvimento foi meu ganha pão. Além dessa experiência, o contato direto com outros desenvolvedores e aspirantes através do RBtech, me fez acumular uma base de conhecimento muito sólida e repleta de cases de sucesso e fracasso.

Hoje eu resolvi usar essas informações para tentar explicar o motivo pelo qual alguns alcançam o sucesso e outros fracassam ao tentar a carreira como freelancer. Após ler esse artigo, se você conseguir pegar a essência daquilo que vou dizer, com certeza você poderá evitar muitos erros e ter uma chance maior de alcançar o sucesso em sua profissão.

Falta de habilidade em vendas

Você pode ser o melhor desenvolvedor do mundo, pode ter o sistema mais bem feito da galáxia, se você não souber como vender isso, você vai fracassar. E, pasmem, a grande maioria dos devs não sabe vender!

Vender é a principal habilidade que qualquer freelancer deve ter.

O motivo é bem simples, quando você tem muito conhecimento técnico sobre um assunto, você fala demais sobre recursos e benefícios e esquece de focar no ponto mais importante: a necessidade do cliente.

Nós temos dois ouvidos e uma só boca, faça uso dessa proporcionalidade, principalmente nos primeiros encontros com o cliente. Para quem não entendeu, estou dizendo pra ouvir mais do que falar, tentar extrair o máximo de informação possível de seu cliente a fim de usar isso para montar a estratégia de venda perfeita.

E agora o ponto mais importante: quando você for ao encontro de um cliente para uma reunião de vendas, deixe o desenvolvedor em casa. Esqueça que você trabalha na outra ponta do negócio e atue como um negociador durante a reunião. Quando você conseguir separar suas habilidades de desenvolvedor das habilidade de negociador você terá mais sucesso.

Dica

Se tudo isso que você acabou de ler parece não fazer sentido algum, sugiro que procure um treinamento sobre vendas o mais rápido possível. Aliás, se você nunca buscou nenhum conteúdo sobre vendas faça isso agora mesmo!

Existem bons conteúdos disponibilizados inclusive de graça na internet, pesquise.

Só pensar em novos clientes

Esse erro é tão antigo e a grande maioria dos profissionais continua cometendo insistentemente, inclusive eu já falei um pouco sobre isso nesse vídeo e volto a ressaltar:

Conquistar um novo cliente é muito mais caro que vender um novo serviço para quem já fez negócios com você antes.

Invista na sua carteira de clientes ao invés de esbanjar tempo e dinheiro em propaganda para atingir novos mercados. Lógico que você não pode ignorar prospecção de clientes novos, mas não aposte todas as suas fichas nisso.

Dica

Entenda a realidade dos clientes e descubra quais são as necessidades deles. Sabendo essa necessidade você pode criar novos serviços que atendam essa necessidade.

Agir o tempo todo como desenvolvedor

Apesar dessa ser a atividade principal, você precisa dedicar momentos para pensar e agir como empreendedor. Um dev não cria estratégias de negócio e nem pensa naquilo que mais vai trazer resultados.

Você precisa ter a noção exata da hora em que é preciso agir com foco em cada habilidade. Entenda que, mesmo trabalhando sozinho, você tem uma empresa que precisa de boas estratégias de mercado para se manter em atividade.

Você conhece o Princípio de Pareto ou princípio dos 80/20? Ele diz que para muitos fenômenos, 80% das consequências advêm de 20% das causas.

Traduzindo isso para o mundo dos negócios, podemos dizer que 20% de tudo aquilo que fazemos é que capaz de gerar 80% de todo resultado (reflita por um momento e você vai perceber que faz todo sentido). E esses 20% quem executa não é o desenvolvedor, mas sim o estrategista, o negociador, o empreendedor.

Dica

Dedique ao menos 1 dia da semana para estudar empreendedorismo, estratégias de negócio, vendas, marketing e tudo mais que for relativo a isso. Adquira e leia o livro Os Segredos da Mente Milionária, não com o objetivo de enriquecer mas para saber como sua mente funciona e como ela pode influenciar nos seus resultados. Foque nos 20%!

Pra finalizar reflita sobre isso:

Enquanto algumas pessoas passam a vida inteira esperando oportunidades, outras as criam

Gostaria de compartilhar alguma informação ou case sobre o que acabou de ler? Deixe seu comentário.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 6 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Ezequiel Dhonatan comentou em

    Passei por uma fase da minha onde eu tinha tudo e, em questão de segundos eu perdi tudo o que eu tinha num acidente de carro, onde eu capotei a 180km/h e não tive nenhum arranhão. O carro virou farelo.
    Daí então, se foram os meus amigos, namorada, bens materiais, etc.
    Depois disso passei por uma fase difícil na minha vida, onde eu não tinha dinheiro nem pra pagar uma passagem de ônibus.
    Sem dinheiro, sem carro, sem 'reputação'... não conseguia dormir, não raciocinava, não tinha visão para nada, o que eu queria era o que eu tinha, o que eu perdi. E quem iria me trazer isso de volta?
    O tempo se passou e eu fui despertando do meu sono profundo e, comecei a cortar tudo desnecessário e, comecei gastar o meu tempo investindo em mim!
    O Livro a Mente Milionário me trouxe de volta para a realidade.
    Dinheiro não é o foco principal, mais chega um tempo que ele se forna troféu. Cada centavo é mérito de uma nova conquista.
    Se você realmente quer algo para você, corra atras. Porque se você não fizer, vem outro e faz.
    Faça o melhor, dê o melhor de si, chegue ao topo a ponto de sentirem inveja de você!
    VOCÊ PODE TER 1 MILHÃO DE DESCULPAS OU 1 MILHÃO DE REAIS.

    ABRAÇO RODRIGO, GOSTO MUITO DA SUA PÁGINA E, TODOS OS DIAS ESTOU CONECTADO ESTUDANDO TODO O CONTEÚDO PRESTADO.
    Muito Obrigado.
    Satisfação!

    Responder
  • Bem objetivo seu texto sobre fracasso de desenvolvedores: Especificamente em relação a desenvolvimento de aplicações podes um dia acrescentar (desenvolver) isso: 1) Muitas pessoas tem mentalidade de assalariado e não de empreendedor. Se acomodam e sonham com altos salários, o que acontece para poucos. 2)Trabalhar num projeto com perspectiva de ganho num prazo maior. 3)Aperfeiçoamento constante, buscar assessoramento. Qualidade é tudo. 4)Ter contato com cliente ver o que ele pede, fazer pautas, desenvolve-las completamente. Voltar a fazer novas pautas e assim sucessivamente. Lembrando que seu software pode estar usável, mas não esta pronto. 5)Fidelizar o cliente. Pensar como ele pode inclusive lhe indicar para novos clientes, no famoso boca-a-boca. Se eu estiver errado me avise por favor!

    Responder
    • Boas sugestões!
      Eu fiz apenas um breve resumo para "despertar" alguns adormecidos da área... mas se fosse escrever tudo que penso sobre o assunto daria mais uns 5 artigos como esse no mínimo...

      Responder
  • julio - são paulo comentou em

    adorei a matéria , neste caso podemos ver como exemplos o Bill gates é o Steve Jobs , além de entenderem de tecnologia eram bastante conhecedores de técnicas de vendas e empreendedorismo...

    Responder
  • Dennis comentou em

    Parabéns pela matéria. Isso é algo que realmente acontece saber fazer o serviço mas não saber vende-lo. Sua matéria foi muito boa de grande ajuda.

    Responder

Deixe seu comentário