5 formas de ganhar dinheiro com desenvolvimento web

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Já falamos em outro artigo sobre algumas formas de ganhar dinheiro com manutenção de PCs e hoje vamos falar sobre desenvovimento web. Quando falamos em desenvolvimento web, todos logo pensam que a única forma de ganhar dinheiro neste segmento é criando sites, e é justamente este o erro de grande parte dos profissionais.

Existem muitos outros serviços que podem render um bom dinheiro para quem trabalha nesta área, mas que grande parte dos profissionais acaba ignorando seja por falta de conhecimento ou de criatividade. Neste post vou apresentar algumas alternativas para que você desenvolvedor possa aumentar seu rendimento prestando pequenos serviços dentro de sua área de atuação.

Tradução de sistemas prontos

A popularização dos CMSs e Frameworks trouxe muita praticidade para criação de sistemas web, porém todo grande sistema precisa ter agregado a si vários plugins e módulos adicionais para atender a necessidades específicas. Estes plugins por sua vez em grande maioria estão em idiomas estrangeiros (inglês principalmente), o que dificulta sua utilização por parte de muitos usuários.

Com um certo domínio da língua inglesa, você pode prestar serviço de tradução de plugins, temas, módulos e até mesmo de CMSs completos se for o caso. Este é um serviço que não exige muitos conhecimentos na área de programação, sendo que o mais importante é o domínio do idioma estrangeiro.

Para ter uma idéia, a tradução de um tema para WordPress geralmente leva menos de uma hora e pode render de R$ 50,00 a R$ 100,00. Uma boa rentabilidade se levarmos em conta o tempo gasto para o serviço.

Criação de templates

Temas personalizados geralmente são a primeira exigência de um cliente que cria um site com WordPress ou uma loja com Magento. Nestes casos geralmente o cliente tem um vago conhecimento sobre o CMS, o que lhe permite fazer o sistema rodar em seu modo padrão, mas não tem o conhecimento técnico necessário para criar um template personalizado conforme sua necessidade.

Nesta hora entra o webdeveloper, que ao invés de criar todo sistema para o cliente, cria apenas um tema dentro dos padrões e normas exigidos pelo CMS em uso. É um trabalho mais simples pois geralmente não precisa se levar em conta o kernel do sistema, mas simplesmente criar a interface visual do site.

A criação de um template dificilmente custa menos de R$ 500,00 e a partir do momento que você tiver um tema base para a criação dos demais, o trabalho começa a ficar cada vez mais rápido, porém o valor continua sendo o mesmo. Um tema para WordPress geralmente é concluído em menos de 25 horas de trabalho (3 dias úteis), sendo que o valor pode ser fixo pelo tema ou então calculado por hora.

Criação de plugins

Os blogs, principalmente com WordPress, estão cada vez mais populares, e com esta popularidade sempre surge a necessidade de algum plugin para cumprir determinada tarefa. Existe uma infinidade de plugins gratuitos disponíveis para WordPress, mas mesmo assim ainda existe carência em determinadas situações.

Se você domina a API de desenvolvimento do WordPress este é um caminho promissor e uma ótima alternativa para ganhar um extra de tempos em tempos. Você pode começar criar plugins para uso próprio e aos poucos ir adaptando e testando eles para em seguida comercializar. Outro ponto importante é que você pode agregar o desenvolvimento de um plugin à criação de um tema.

Imagine que ao criar o tema para um cliente surge a necessidade de uma funcionalidade adicional ao site em questão. Neste caso você poderia criar um plugin para tal necessidade e vendê-lo para o cliente em modo exclusivo ou não, podendo revender o mesmo plugin para vários clientes que atuem dentro do mesmo segmento. Pense em um plugin simples que custe apenas R$ 19,90, mas que seja vendido para 100 clientes de um mesmo setor...

Hospedagem de sites e registro de domínios

Em muitos casos há clientes que não querem ter um site, mas apenas ter um email @suaempresa.com. Neste caso você pode ter um servidor simples ou plano de revenda para simplesmente hospedar os domínios e oferecer o serviço de criação e configuração de emails personalizados para os clientes.

Este é um serviço simples, mas depois de algum tempo pode alavancar seu rendimento consideravelmente, pois com o tempo o cliente começa a ver a necessidade de ter um site por mais simples que seja, e como você já presta serviço para ele provavelmente ele irá fazer o site com você.

Hospedar um domínio só para ter contas de email personalizadas é um serviço barato e geralmente não custa mais que R$ 10,00 por mês, mas se você tiver 10 clientes já dá para pagar um plano de revenda e sobrar uns trocados para ir melhorando o serviço aos poucos. Sem contar que se você tiver conhecimento em servidores web poderá contratar um servidor dedicado e oferecer serviços de ponta a um valor maior.

Consultoria e planejamento de sistemas

Há casos em que o cliente já tem um site ou sistema implementado, o que torna a tarefa de migração muito mais complicada. Para estes clientes você pode oferecer uma consultoria dentro do sistema que ele já utiliza, lançando mão de sua experiência para indicar melhorias ou alterações que possam alavancar os negócios da empresa mantendo a mesma estrutura.

Também é possível ajudar o cliente a planejar um site/sistema mesmo que você não irá desenvolver o mesmo. Se você já é desenvolvedor poderá ver o negócio com outro ponto de vista, tornando o sistema criado posteriormente menos suscetível a falhas. Nestes casos você estaria prestando serviço como analista e não como desenvolvedor.

Para que uma consultoria seja interessante ao cliente, você precisa ter uma boa experiência no assunto em questão, o que encarece um pouco o serviço. O retorno financeiro será bom para ambas as partes, pois você ganha como analista e o cliente ganha pois irá aumentar sua lucratividade lançando mão das dicas que você der a ele.

Conclusão

Como pode-se notar, desenvolvimento web não significa somente criar sites, existe uma infinidade de serviços que você pode prestar neste segmento, bastando para isso ter força de vontade e criatividade para por em prática e transformar idéias em dinheiro.

E você, gostou das dicas? Foram úteis para você? Que tal deixar um comentário com sua opinião ou sugestão?

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 18 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Alexandre X. Silva comentou em

    Vez ou outra tenho lido os artigos disponíveis aqui no RB Tech. Claros, concisos e objetivos; com linguagem de fácil entendimento. A exemplo do artigo acima, que sanou minha dúvida e motivou-me a aprofundar-me mais em cada uma das possibilidades.

    Alexandre X. Silva - Estudante do curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática do Instituto Federal de São Paulo - Campus São João da Boa Vista/SP

    Responder
  • George Mello comentou em

    Mais um post esclarecedor e que faz pensar!

    Realmente a área de desenvolvimento web é muito ampla e só tende a crescer. Necessidades surgem a toda hora, basta um pouco de atenção para podermos transformar idéias em dinheiro.

    Responder
  • Fernando comentou em

    É sempre bom ter estas dicas, assim ajuda acabar com essa ideia de que serviços web e somente sites.

    Responder
  • Adilson Rumão comentou em

    Interessante mas, você teria algum local de Serviços de tradução para indicar?

    Responder
        • Bem que você lembrou, quando tiver tempo... mas vamos falar sim sobre vários assuntos. Em breve faremos mais hangouts, é tudo uma questão de nos familiarizarmos com o sistema e ajustar os equipamentos de forma a deixar tudo mais profissional.

          Responder
  • walison comentou em

    Impressionante suas dicas parabens me ajudou muito a esclarecer a mente heheheh vai ajudar bastante gente com suas dicas parabens mesmo.

    Responder
  • Richard comentou em

    Parabéns, Ricardo ótima dica, realmente a questão é a criatividade e a capacidade de inovar, seja com um produto ou um novo processo desenvolvimento.

    Responder
  • Olá Ricardo, como sempre ótimo artigo realmente como você disse, são coisas que muitas vezes passam despercebidas por profissionais desta area.
    Abraços..

    Responder

Deixe seu comentário